quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Memórias: Dá-lhe que é da Calheta!

Desconheço a origem exacta da expressão mas, na minha infância, mais do agora, ouvi-a muitas vezes na Ribeira da Janela.
Talvez na sua origem estejam as ligações entre as populações da Calheta e da Ribeira da Janela feitas pelas serras do Fanal. Ligações comerciais e também de romarias.
E talvez seja nas romarias e nos arraias que se encontre a origem da expressão "dá-lhe que é da Calheta!". É que a rapaziada da Calheta vinha à freguesia namoriscar as moçoilas e era frequente, nos arraiais, haver zaragata por causa delas.
O "dá-lhe que é da Calheta!" pode ter aqui a sua explicação.
Se conhecem outra digam-me!
Depois passou a ser empregue para incentivar alguém a 'dar porrada' seja no sentido literal seja no sentido figurado (verbal).

1 comentário:

Berdades disse...

A expressão também é conhecida em Santana e se é pela razão aqui apontada pois então os rapazes da Calheta eram mesmo viajantes! Ir da Calheta a Santana à procura de noiva e ainda por cima apanhar porrada nas arcas é como dizer que foi P'Santana adentro!