quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Alta tensão, muita distracção

Foi hoje anunciado que a Câmara Municipal de Santa Cruz (CMSC) pediu à Empresa de Electricidade da Madeira (EEM) que se pronuncie sobre os efeitos dos cabos de alta tensão.

Agora, a CMSC admite que a instalação de um cabo de alta tensão no concelho, que irá ligar o Caniço a Machico, está a preocupar "alguns" munícipes.

O que é curioso, uma vez que já a 14 de Janeiro, numa reportagem do DIÁRIO, se dava conta dessa apreensão.

E numa altura em que, em plena discussão pública do projecto, a autarquia ainda não tinha na sua sede, o projecto para ser consultado pelos munícipes, conforme atestou um munícipe que se dirigiu a este signatário.

Estão agora apreensivas?

A CMSC vai fazer chegar à EEM estas preocupações e solicitar que os cabos passem, sempre que possível, em zonas que não venham mais tarde a entravar o desenvolvimento?

Foi pedido que à EEM que emita um parecer no qual explique se os campos electromagnéticos criados pela passagem de linhas de alta tensão provocam ou não danos para as pessoas?

Mas afinal anda toda a gente distraída?

Ou o défice de cidadania e participação só chega aos ouvidos do poder quando chega ao pêlo de alguns poderosos?

3 comentários:

amsf disse...

E o interessado (EEM) é que apresentar o estudo?!

3RRR disse...

O presidente da Câmara deve estar a dormir na formatura. Então um estudo destes não deve ser feito por uma entidade independente?
Já toda a gente sabe o que é que a EEM acha sobre o assunto, e já se sabe de antemão qual será a resposta e resultado do estudo.
E depois haverá música de acordeão, tocada pelo próprio presidente quando a linha de alta tensão for inaugurada...

il _messaggero disse...

Ou o défice de cidadania e participação só chega aos ouvidos do poder quando chega ao pêlo de alguns poderosos?

Deduzo que seja uma pergunta retórica...